Início » Blog » Especiais » Desejo é felicidades aos Professores e Professoras

Desejo é felicidades aos Professores e Professoras

por Prosa em Movimento

Texto de: Domingos de Almeida

No dia 15 de outubro, foi comemorado o Dia do Professor e da Professora. A profissão que oferece o melhor custo benefício na vida de quem usufrui dela, mas não na de quem a exerce. No Brasil, ser professor é uma missão quase impossível. Esses profissionais encaram o cotidiano escolar na base da raça.

São mal pagos, enfrentam jornadas exaustivas, falta de estrutura e recursos nas escolas, estudantes com pouca motivação que vão à escola mais para satisfazer os anseios da família que, de fato, por um objetivo próprio de aprendizagem, das creches às universidades.

Quem é Professor e Professora sabe que no seu ofício, está incluído, além da missão de facilitar a aprendizagem, ser conselheiro e conselheira, mediar conflitos e cumprir metas que ultrapassam o estar em sala de aula. O número de profissionais adoecidos é assustador.

Lendo as muitas felicitações postadas nas redes sociais para esses guardiões e essas guradiães da educação, fiquei pensando se as pessoas conhecem sobre a instituição dessa data no calendário brasileiro.

Para quem conhece, ótimo! Para quem não, aqui trago algumas informações: O Dia do Professor e da Professora foi instituído há 72 anos, no dia 12 de outubro de 1948, primeiro em Santa Catarina, através do Projeto de Lei n° 145, de autoria de Antonieta de Barros, uma das três primeiras mulheres eleitas no Brasil. Em 1963, seu projeto virou Lei nacional, com o Decreto Federal assinado pelo então Presidente da República, João Goulart.

Foto divulgada no site El País: Deputada Estadual por Santa Catarina, Antonieta de Barros, Professora e foi a primeira parlamentar negra eleita no país.

Deputada Estadual por Santa Catarina, Antonieta de Barros, era Professora e foi a primeira parlamentar negra eleita no país. Ela é considerada pioneira na luta pela dignidade da profissão que exerceu. Acreditava no poder “revolucionário e libertador da educação para todos”. Parte do seu legado de luta está presente nas obras e práticas do educador Paulo Freire.

Aqui destaco três características de Antonieta que ainda hoje precisam ser respeitadas: negra, mulher e professora. O racismo, a desigualdade de gênero e a desvalorização de professores e professoras são males que custam caros à nossa sociedade.

Não existe sociedade sem Professores e/ou Professoras. Mais que um ‘feliz Dia do Professor e da Professora’, eu desejo felicidades a eles e elas, com salários e condições de trabalho dignos e saúde em dia.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies